terça-feira, 25 de julho de 2006

Os Amigos do Alheio na A17

Quem teve a oportunidade de viajar nestes últimos dias pela A17 já deve ter reparado que vários dos sinais que ladeiam a estrada estão “diferentes”. Num número significativo de sinais rodoviários é possível notar que estes estão incompletos, faltando-lhes algumas das placas de alumínio na parte inferior dos painéis.

Tal como tem acontecido em toda a rede de auto-estradas do país, a A17 não foi excepção, tendo sido a sinalética de esta auto-estrada alvo dos “amigos do alheio”, os quais, ávidos de dinheiro fácil, deitaram as mãos sobre a riqueza escondida por detrás dos sinais rodoviários. Mas não tem sido só na A17: também a sinalização na proximidade dos seus acessos, em particular o nó do Fontão, tem estado na mira dos gatunos.

As empresas que detêm a concessão das auto-estradas não têm tido mãos a medir sobre este problema e, por mais carros que coloquem a fazer vigilância contra estes furtos, são muitos os quilómetros a calcorrear para apanhar os eventuais prevaricadores.

Sem comentários: