quinta-feira, 10 de agosto de 2006

Apreensões

Vou sair agora de Coimbra, de volta para casa, e dou uma última espreitadela ao site do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil. Mantem-se tudo na mesma em Ouca: o fogo continua por circunscrever. A noite cai e daqui a nada os meios aéreos nada poderão fazer.
Ao mesmo tempo reparo que existe mais um outro incêndio em Aveiro, desta vez na Taboeira e também ele por circunscrever. Não haja dúvida: os bombeiros e as populações não têm tido qualquer tipo de descanso.

Sem comentários: