quarta-feira, 9 de agosto de 2006

"Quero que tudo vá para o inferno"

Não, não estou mal disposto com nada ou com niguém. Foi esta música que ouvi hoje de manhã na rádio, na voz do Rui Reininho, num cover que os GNR fizeram sobre esta música de Roberto Carlos, e que está incluída na colectânea comemorativa dos 25 anos dos GNR.

Apesar de musicalmente o cover estar interessante - se bem que bastante próxima do original - não deixa de ser estranha porque conseguimos ouvir o Rui Reininho a cantar uma letra inteligível, muito diferente daquilo a que estamos habituados a ouvir nas letras que ele escreve para as músicas dos GNR. Quem é que não se lembra da mítica música "Pós Modernos" do álbum "Psicopátria" (1986):

...Depois da V2 DDT PBX
Ketchup K/7 Kleenex Kitchnet Duplex
Twist again colourfull wonderfull
Chegou o T2-T4 c/garagem pró P2 turbo sound disco sound discussão?
Video-Club joy stick midi high-tech squash & sauna
Compact D (compre aqui?)...

Ser Mãe era a aspiração natural de todo o homem moderno
ser o melhor é normal para os novos pobres deste colégio interno
ter medo é a pulsão fundamental do criador & artista
estar sóbrio é continuar permanecer positivista

E dantes as máquinas estavam sempre a avariar....

Mas com uns pós modernos nada complicados
sentimo-nos realizados
Ah! Os pós modernos agarram a angústia
e fazem dela uma outra indústria
com os pós modernos nunca ganhamos
mas tambem nada investimos

:-)

Sem comentários: