terça-feira, 12 de setembro de 2006

11 de Setembro: a outra verdade?

Faz 5 anos que o mundo assistiu horrorizado às imagens transmitidas em directo dos atentados contra as torres gémeas do World Trade Center. Desde esse dia o nosso mundo nunca mais foi o mesmo. As marcas na sociedade ocidental são grandes e fazem-se sentir praticamente no nosso dia-a-dia.

Ainda existe muita coisa por explicar. Existem ainda muitas dúvidas sobre como é que tudo isto foi possível, e tudo leva a crer que nunca haverá uma certeza total sobre o temor que se abateu sobre os americanos, em particular, e sobre o mundo democrático, em geral.

No entanto, a procura de uma explicação sobre os eventos que culminaram com a morte de quase 3000 pessoas no WTC tem levado a percorrer alguns caminhos menos comuns e que acabam por revelar outro tipo de verdades, por certo muito questionáveis em relação ao conteúdo.

Uma dessas “verdades alternativas” foi apresentada na RTP, na programação destinada às comemorações dos cinco anos do 11 de Setembro. Trata-se do documentário “Loose Change – Second Edition”, que penso terá o título português de “Conspiração Interna”. Trata-se de um documentário polémico, que se envolve na análise de dados que indiciam não um ataque perpetrado por grupos terroristas islâmicos mas antes uma cabala interna, onde interesses monetários se impuseram às vidas que se perderam com a destruição das torres gémeas.

Teoria da Conspiração ou mero exercício de Pensamento Lateral, a verdade é que são levantadas algumas questões interessantes sobre os factos que envolvem o 11 de Setembro, mas também é verdade que algumas destas questões são levantadas com alguma leviandade e com pouco fundamento.

Para quem não viu este documentário encontra-se disponível a partir do site www.loosechange911.com.

Existe também uma pequena apresentação em Flash que questiona o que terá acontecido realmente no Pentágono nesse mesmo dia, questões que também são apresentadas no documentário Loose Change.

Ainda na Wikipedia existe um documento (longo) sobre Teorias de Conspiração em torno do 11 de Setembro assim como referências que questionam essas mesmas teorias.

Coincidências? Como costumam dizer nuestros hermanos: “No hay brujas, pero de que las hay, las hay”.

Sem comentários: