sexta-feira, 6 de outubro de 2006

Poder, Homem e Corrupção

“O poder não corrompe o homem; é o homem que corrompe o poder. O homem é o grande poluidor, da natureza, do próprio homem, do poder. Se o poder fosse corruptor, seria maldito e proscrito, o que acarretaria a anarquia”

Sem comentários: