quinta-feira, 23 de novembro de 2006

"Faz o que eu digo..."

Independentemente das razões que assistem ou não os militares que hoje promovem o denominado "Passeio do descontentamento", e independentemente do quadro legal em que esta iniciativa está a ser preparada, acho muito interessante a maneira como José Sócrates veio a público manifestar-se contra a participação de militares nesta iniciativa.

«As manifestações ilegais não devem realizar-se em Portugal. Neste país, toda a gente tem o direito de se manifestar, desde que o faça em respeito pela lei». Tudo bem. Concordo. Desde que o governo e o estado sejam os primeiros a dar o exemplo em matéria de cumprimento da lei, acho muito bem que todos cuidem em respeitá-la. A minha pergunta agora é: e o governo cumpre? O governo cumpre com os seus deveres? O governo paga a quem deve?

Não quero com isto disser que se uns não cumprem então eu também não devo cumprir, levando a nossa sociedade a uma anarquia em que os direitos e a liberdade de cada um são atropelados pelos desejos e os actos dos outros. Mas apelar a legalidade quando sobre o próprio estado paira uma aura de "não cumpridor" soa a hipócrita, em particular para um governo que nas últimas semanas tem sido assaltado por uma série quase infindável de protestos, parendo deste modo estar mais preocupado em evitar outra manifestação de descontentamento.

Sem comentários: