sábado, 31 de março de 2007

Oh! Xôr Engenhêro! (3)

Na SIC foi divulgado que o gabinete do Primeiro-Ministro emitiu uma declaração em que se diz que os problemas vividos na Universidade Independente estão a ser aproveitados para fazer ataques políticos a José Sócrates, no assunto que diz respeito ao grau académico (diz que) obtido nessa Universidade.

Esta nota deve-se à notícia da primeira página do Expresso de hoje onde se podia ler que a "UnI emitiu diploma de Sócrates num domingo", e ainda que "Independente envolve primeiro-ministro na confusão e mostra documentos incongruentes".

Se bem me lembro a grande bronca da Universidade Independente rebentou DEPOIS da notícia do Público onde era questionada a forma como o nosso "Primeiro" obteve o seu diploma nesta universidade privada, sendo a investigação do Expresso um trabalho jornalístico posterior. Não posso deixar de lembrar que o Director-Adjunto do Expresso, aquando as notícias no jornal Público, escreveu um artigo de opinião onde pôs em causa o artigo do Público.

O que na realidade está a acontecer é que a notícia do Público já tinha quase sido esquecida pela opinião pública, e este "reavivar" pelo Expresso caiu mal no gabinete de José Sócrates. A confusão da UnI está é a ser agora aproveitado para justificar as notícias que agora estão acontecer, tentando assim descredibilizar estas notícias.

José Sócrates, na figura de Primeiro Ministro, não pode ter a pairar por cima dele este tipo de nuvens de desconfiança, mas não é com manobras de descredibilização contra os jornais, atirando para o ar a clássica desculpa de "aproveitamento político", que irá conseguir esclarecer a sua posição.

Como eu já tive oportunidade de escrever: Como se pode dar crédito a uma pessoa que tanto exige dos portugueses, que impõe tantos sacrifícios aos portugueses, quando ela própria preferiu enveredar pelo caminho do "facilitismo" para poder alcançar os seus próprios objectivos?

Sem comentários: