sábado, 30 de junho de 2007

Dever de Lealdade

Ficou-se a saber que afinal a Directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho foi demitida por "quebrar o dever de lealdade" para com a excelentíssima e reverendíssima figura do ministro da saúde, pelo simples facto dela não ter retirado das instalações do centro um cartaz com declarações em termos jocosos do ministro da saúde. O mesmo ministro que no dia anterior respondeu em termos jocosos à questão feita pelo representante da Associação Nacional de Farmácias sobre o que fazer com os medicamentos excedentários entregues nas farmácias.

A minha pergunta é: será que o dever de lealdade do Primeiro Ministro para com o povo que o elegeu não o devia obrigar a demitir este ministro jocoso? Ou não há ninguém que demita este Primeiro Ministro por quebra de lealdade?

Sem comentários: