sexta-feira, 1 de junho de 2007

Uma religião tão veloz como uma andorinha

«O cristianismo é uma religião apressada.Veja-se o mundo criado em sete dias. Mesmo a um nível simbólico, é uma criação frenética. Para quem nasceu numa religião em que a batalha por uma única alma pode ser uma corrida de estafetas ao longo de muitos séculos, com inúmeras gerações a passarem o testemunho umas às outras, a rápida resolução do cristianismo tem um efeito estonteante. Se o hinduísmo flui tranquilamente como o Ganges, o cristianismo anda azafamado como Toronto em hora de ponta. É uma religião tão veloz como uma andorinha, tão urgente como uma ambulância. Ela gira como uma moeda, exprime-se instantaneamente. Num momento estamos perdidos ou salvos. O cristianismo estende-se pelas eras passadas, mas em essência existe apenas um tempo: agora mesmo»

Yann Martel, in "A Vida de Pi"

Sem comentários: