terça-feira, 24 de julho de 2007

Ainda sobre a Lei do Aborto...

É precisamente contra este tipo de contradições que eu me insurjo quando se fala da Lei do Aborto. Antes de correr atrás desta lei deveriam ter sido tomadas muitas outras medidas que este governo teima em não fazer pela saúde em Portugal.

E não venham com a desculpa de que era uma promessa política: promessa por promessa, já faltaram a muitas e não me pareceram muito preocupados com isso.

Mulheres que querem fazer um aborto têm que ser atendidas em cinco dias, quando uma consulta de ginecologia pode demorar meses

Sem comentários: