sexta-feira, 28 de setembro de 2007

2009 ou 2013?

Confesso que não sou grande apreciador do Correio da Manhã, mas este Bilhete Postal de Carlos de Abreu de Amorim vale a pena ler.

Ah! Para quem possa estar interessado: as urnas abrem às 18h00 (ou seja já abriram!) e fecham às 23h00. Resultados em primeira mão apenas para os noctívagos.

2009 ou 2013?

Essa é a grande questão a que hoje os militantes do PSD terão de responder. Pelo menos aqueles que ainda não se enojaram com a ópera bufa dos últimos dias. É evidente que Marques Mendes foi lançado porque o PSD desistiu de tentar ganhar em 2009. Mendes simboliza a confissão da derrota antecipada nas próximas Legislativas por falta de material de comparência – contra Mendes, em 2009, Sócrates nem precisa de fazer campanha eleitoral.

Pode até deixar à solta ministros como Lino, Pinho ou aquele senhor que está na pasta da Justiça. Mendes foi cooptado pelos barões do aparelho (d’aquém e de d’além-mar e da Amazónia também, pelos vistos) para fazer de feitor do PSD até à chegada de alguém ‘a sério’, só para 2013.

A candidatura de Menezes tem defeitos. Mas com ele a líder laranja, o Governo de Sócrates nunca mais terá a podre paz em que estamos. E tudo estará em aberto para 2009.

Sem comentários: