quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

A Minha Vida

«Não tenho grande apego à vida. Posso renunciar a ela quando quiser. Mas, se não renuncio, quero vivê-la nas condições que me parecem as mais favoráveis. Podem-me demonstrar à vontade que a minha maneira de conceber a vida não presta. Aceito todo e qualquer argumento. Mas não aceito que outros, a não ser eu, me indiquem a maneira como devo viver - e que julgam melhor - e me obriguem a conformar com ela. A minha vida é minha.»

C. Virgil Gheorghiu, in A 25.ª Hora

Sem comentários: