terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

E a Sábado pensa do mesmo modo

Os ministros do CDS-PP arriscam-se a entrar para a História como os governantes com mais polémicas por menos tempo no Executivo. Depois do caso dos submarinos, depois do abate dos sobreiros, agora estão sob suspeita as negociações de Telmo Correia com a Estoril Sol, a propósito do novo Casino Lisboa, e o eventual recorde de despachos assinados num dia de trabalho - a véspera da sua saída do Governo.

Todas estas suspeitas podem ser infundadas, pode tudo fazer parte de uma cabala urdida pela Polícia Judiciária e apoiada por forças ocultas, mas começam a ser escândalos a mais e explicações a menos. Para um partido que passa pelo poder de 20 em 20 anos, já temos muito que recordar até 2030.

Excerto do Editorial da Revista Sábado (2008.02.07)

Sem comentários: