sexta-feira, 7 de março de 2008

No mínimo irónico

Zapatero acredita que espanhóis não deixarão a ETA interferir nas legislativas

Eu sei, eu sei que o caso não é passível de comparação com o atentado de 11 de Março de 2004; mas não deixa de ser irónico uma declaração destas vinda de um chefe de governo que "conquistou" o lugar que ocupa após o eleitorado ter penalizado o PP espanhol no seguimento da tragédia de Atocha.

Sem comentários: