quarta-feira, 23 de abril de 2008

O que é isso das "bases"?

Por vezes "m'espanto" com o que Pacheco Pereira tem vindo a escrever no seu blog. Desta feita, procura desmontar a dicotomia bases - notáveis do PSD. Para Pacheco Pereira não há notáveis mas sim «pessoas que pela sua profissão, actividade, mérito, tem influência profissional, capacidade e credibilidade junto do país, que vai para além da sua qualidade de serem militantes do PSD»; por outro lado as bases não existem, em vez disso o que há é «um grupo de verdadeiros funcionários do partido, cuja actividade profissional é ou depende de serem dirigentes locais do PSD».

Ou seja, há os "iluminados e desapegados" e os "interesseiros e caciques", respectivamente. Fora desta classificação ficaram os vários militantes anónimos que não encaixam nesta nova forma de catalogar as pessoas que fazem parte do PSD e que, pelos vistos, não passam de um conjunto de ignorantes que não percebem nada de política, sem actividade, mérito ou influência, às quais é preciso indicar em quem votar. Pessoas sem qualidade que, ainda por cima, são militantes do PSD. É preciso ter azar!

Nem vou comentar a frase «E têm independência, têm onde cair mortos», ainda a respeito das pessoas que "para além da sua qualidade" são militantes do PSD.

Sem comentários: