terça-feira, 20 de maio de 2008

O Povo Unido...

Já não é a primeira vez que recebo uma mensagem de correio electrónico que diz coisas do tipo "dia X não abasteça no posto Y" e "juntos marcamos a diferença".

No entanto, esta última semana este tipo de mensagens começou a surgir numa progressão quase geométrica em particular uma que apela ao boicote à GALP, BP e Repsol. E não só por correio electrónico, o SMS tem sido também um veículo difusor desta mensagem que sensibiliza as pessoas para não abastecer-se nos próximos dias 1, 2 e 3 de Junho. A mensagem é mais ou menos a seguinte:

URGENTE_1_2_3_JUNHO_DIAS SEM ABASTECIMENTO NA GALP_BP_REPSOL

PASSEM A PALAVRA
Vamos fazer a diferença!
Isto tem que começar por algum lado!
Vamos passar a palavra e não ser indiferentes, temos que fazer com que as coisas mudem!
A subida vertiginosa do preços dos combustíveis tem que parar e temos que fazer com que baixem!
Para tal vamos combinar três dias nacionais seguidos de NÃO ABASTECIMENTO NA BP, GALP, REPSOL!

Esses dias serão o 1 -2 -3 de Junho que vem!

VAMOS FAZER A DIFERENÇA!

Nesses dias abasteçam em outros postos de combustíveis tais como a Esso, Total, Continente (antigo Carrefour), Intermarché, Jumbo e Eleclerc!
Juntos teremos força para baixar os lucros destes gigantes!
Agora é só passar a palavra com urgência!
Estou farto de ser levado na hora de pagar!
CHEGA!
SEJAMOS UNIDOS PORTUGUESES E TODOS OS QUE TENTAM SOBREVIVER EM PORTUGAL!

NÃO ESQUEÇAM 1 - 2 - 3 de JUNHO que vem Não Abasteçam na BP, GALP e REPSOL!

FORÇA PORTUGAL!


E sabem que mais... eu alinho. Alias, até acho que devia ser um boicote permanente!

Com o consentimento do meu amigo Raposa Velha, deixo-vos esta imagem:


4 comentários:

Isabella disse...

Os preços dos combustíveis são elevados em Portugal, não só porque os impostos são altos (o seu peso é igual ao da UE15), mas devido às petrolíferas cobrarem preços superiores aos da UE15, obtendo lucros elevados.

Estudo recente sobre a evolução do preço dos combustiveis em Portugal e como nos tentam enganar:

http://infoalternativa.org/autores/eugrosa/eugrosa170.htm


- Entre Dezembro de 2006 e Dezembro de 2007, o preço da gasolina 95 aumentou em Portugal 11% e o do gasóleo 17,2%, enquanto o preço médio do petróleo em euros subiu, entre 2006 e 2007, 1,5%.
- Entre Dezembro de 2007 e Abril de 2008, portanto em apenas 4 meses, o preço da gasolina 95 subiu em Portugal 6,8% e o preço do gasóleo 12,7%. De acordo com a Direcção Geral de Energia, entre Dezembro de 2007 e Março de 2008, o preço do barril de petróleo aumentou em euros 7%.
Tendo em conta este dados e o facto de que o combustível vendido num determinado dia não foi produzido com o petróleo ao preço desse dia, mas sim com petróleo adquirido entre três a seis meses antes, portanto a preço muito mais baixo, é uma vergonha o que se está a passar em Portugal!

_________________________________________________________
1, 2 e 3 de JUNHO - NÃO ABASTEÇAS NA GALP, BP e REPSOL
Vamos acabar com a subida de preços dos gigantes! Abasteçam em postos alternativos, mais baratos: http://www.maisgasolina.com/combustivel-mais-barato

Tony Almeida disse...

Obrigado pelo link ao artigo publicado em "Informação Alternativa"

A esta informação penso que será de acrescentar a pompa e a circunstância com que a GALP, na visita de José Sócrates à Venezuela, anunciou acordos que lhe permitem adquirir petróleo a preços mais competitivos, situação que desconfio muito dificilmente se reflectirá nos preços ao consumidor.

Raposa Velha disse...

Olá Tony, obrigado pela divulgação. Pode ser que consigamos ultrapassar a velha máxima de dividir para reinar. Hoje a Golpe recuou nos aumentos anunciados, afirmando que se tratara de erro. Certo.... Pode ser que da próxima se conclua que isso se deveu a pressão dos consumidores.

Tony Almeida disse...

De nada!

Em relação à Golpe, e sobre o gorado aumento de preço, eu tenho a mesma impressão que a Helena Roseta verbalizou hoje na SICN: alguém deve ter levantado o telefone e pôs travão a este erro da Golpe.

Será?