quinta-feira, 29 de maio de 2008

Vista curta

Vital Moreira no Causa Nossa:

«Ficamos assim a saber [no jornal Público] que uma família pobre ou remediada, sem automóvel, que anda de transportes colectivos -- cujos passes sociais foram aliás congelados -- e que consome electricidade e gás por uma tarifa regulada -- cujo valor não é função directa, nem muito menos imediata, do preço dos combustíveis --, pode ser mais afectada pela subida dos combustíveis do que uma família com rendimentos médios ou altos que possui dois carros em utilização corrente...»

Claro que o Vital Moreira "esquece-se" de acrescentar o impacto que os combustíveis têm nos preços nos bens de consumo! Ou será que a produção é feita a partir exclusivamente de água (e mesmo essa...)? Ou será que os bens de consumo são teletransportados para as prateleiras dos supermercados? E o impacto dos biocombustíveis (que o prórpio Sócrates desdenhou na Assembleia da República)?

Desconfio que o Vital Moreira não faz ideia de quanto tem aumentado um litro de óleo alimentar...

2 comentários:

Pedro Morgado disse...

Pior do que isso, Vital Moreira esquece-se que os passes vão aumentar em todo o país excepto em Lisboa e no Porto.

Tony Almeida disse...

Pois... de facto, quando escrevi este post ainda não sabia dessa "novidade". No entanto, já referi isso posteriormente aqui.