terça-feira, 3 de março de 2009

Diz-se

«A plataforma eleitoral seguramente aparecerá, as novas metas a atingir até 2013, também. Mas o essencial para o PS é polarizar a escolha dos eleitores de forma pragmática, com um mínimo de ideologia. É uma estratégia coerente com os quatro anos passados, nos quais o PS se anulou face ao Governo que gerou, ao ponto de ter descurado a contraposição de ideias à esquerda crítica.»

Editorial do DN

Sem comentários: