sexta-feira, 20 de março de 2009

Diz-se

«Bem pode o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, vir dizer que Nascimento Rodrigues quebrou o dever de lealdade e de isenção. Sendo verdade, e apesar das razões que lhe assistem, que o provedor de justiça se excedeu no tom e no conteúdo das suas declarações, não é menos verdade que PS e PSD têm mostrado uma total falta de respeito para com a instituição, a Provedoria de Justiça, para com o actual provedor e, sobretudo, para com os cidadãos em favor dos quais foi criada: sendo que no actual quadro de crise económica e financeira generalizada, a Provedoria de Justiça é cada vez mais a instância de recurso a que os portugueses mais vão bater à porta quando se sentem vítimas de injustiça.»

Editorial do DN

Sem comentários: