sexta-feira, 27 de março de 2009

Olhó DVD pirata!

Vou ser directo: não gosto da TVI, não suporto o estilo arrogante-sobranceiro do duo Moniz-Moura Guedes e, apesar de ter tentado - juro que tentei! - não consigo ver a TVI24. Se a isto juntarmos um dia complicado, em que os olhos estiveram afastados dos meios de comunicação, e, durante a viagem para casa, ter ouvido um CD dos Marillion, percebe-se a minha semi-surpresa ao chegar a casa e saber da notícia (não na TVI!!) da divulgação de um DVD com uma conversa onde José Sócrates é adjectivado de "corrupto".

Sim, não posso afirmar que fiquei completamente surpreendido. Afinal, há muito que é do conhecimento da opinião pública a existência de um registo áudio onde o ex-ministro do ambiente é directamente envolvido no presumível escândalo de corrupção do Freeport (ou Fripor, se prefeririem). Certamente que a TVI já tinha este DVD há algum tempo e apenas geriu a sua agenda noticiosa, muito eventualmente garantido que fosse a Manuela Moura Guedes (que penso apenas apresenta o Jornal da TVI à sexta-feira, se não for digam-me) a apresentar esta "bomba" noticiosa.

O que é que resta deste novo escândalo? Nada. Não houve nada de novo e apenas assitimos a uma guerra aberta entre o tag-team Moniz-Moura Guedes e Sócrates. Eu posso ser muito crítico em relação ao actual governo e tenho mesmo algumas dúvidas sobre este caso Freeport (ou Fripor), um caso que penso carecia de um melhor esclarecimento por parte do Primeiro-Ministro e outro tratamento (em particular, celeridade) por parte do Ministério Público. Lamentável é trabalhar debaixo da capa do jornalismo para justificar este tipo de manobras de carácter duvidoso, mas esse é o jornalismo a qua a TVI nos tem habituado.

Sem comentários: