domingo, 23 de dezembro de 2007

Um Santo e Feliz Natal!

A todos quanto têm passado por este cantinho do ciberespaço gostaria de lhes expressar os meus votos de um Santo e Feliz Natal junto dos seus entes mais queridos.

Que a paz desta quadra nos permita reavaliar os nossos valores e olhar para além de nós, procurando assim a harmonia com o próximo.

Deste vosso amigo,

Tony

sábado, 22 de dezembro de 2007

Diz Que Até Não É Um Mau Blog

Eu sei, eu sei... não tenho aparecido muito por aqui. Infelizmente o trabalho tem sido muito e tenho estado um pouco arredado da actualidade. Vou dando uma espreitadela às gordas dos jornais e pouco mais...

Eis que entretanto fui brindado com a nomeação "Diz Que Até Não É Um Mau Blog", feita pelo Edgar Almeida, vai-se lá saber porque... :-D

Se eu percebi bem o esquema, tenho agora que publicar as regras deste galardão e nomear sete (uuffff!) blogs. Ora, cá vai:

1. Este prémio deve ser atribuído aos blogs que considerem serem bons, entende-se como bom os blogs que costuma visitar regularmente e onde deixa comentários.
2. Só e somente se recebeu o “Diz que até não é um mau blog”, deve escrever um post:
- Indicando a pessoa que lhe deu o prémio com um link para o respectivo blog;
- A tag do prémio;
- As regras;
- E a indicação de outros 7 blogs para receberem o prémio.
3. Deve exibir orgulhosamente a tag do prémio no seu blog, de preferência com um link para o post em que fala dele.
4. (Opcional) Se quiser fazer publicidade ao blogger que teve a ideia de inventar este prémio, ou seja – Skynet - pode fazê-lo no post).

E os nomeados são...

1. A Dupla Personalidade: Decididamente um blog de humor a ter debaixo de olho.
2. Anterozóide: Sem dúvida um dos blogs com melhor crítica, na forma de humor, à actual política governativa sobre a educação.
3. Fliscorno: Sempre com alguma coisa interessante a dizer sobre o que se passa neste cantinho à beira-mar plantado.Ah! Não esquecer as "I-See-19 Tales".
4. We have Kaos in the Garden: Acima de tudo as belas das imagens que retratam de forma bastante irónica a "bonecada" que está a frente deste país.
5. O Jumento: Afixe-se :-)
6. Uma por rolo: Sempre gostei das imagens que aqui se publicam (desculpa lá a concorrência Eddy :-P)
7. Corta-fitas: Pelas sextas-feiras :-D

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

¿Una victoria de QUE?!

Esta fica simplesmente sem comentários...



Mais um exemplo da democracia segundo Mário Soares.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

400! Negócio Fechado!

A última reunião da Assembleia Municipal de Lisboa transformou-se num autêntico leilão holandês ou, se preferirem, um souk tunisino, onde a mais badalada autorização de empréstimo, que o executivo camarário solicitou à Assembleia Municipal, acabou por ser tratada como se de um regateio de preço se tratasse.

O ex-membro do governo, que limitou a capacidade de endividamento das câmaras municipais, pretende agora, na qualidade de presidente da câmara, empenhar a Câmara Municipal de Lisboa em 500 milhões de euros, que alegadamente são imprescindíveis para endireitar as contas da edilidade.

De repente, este número mágico desce para 400 milhões. Pelos vistos, o "orçamento apresentado" estava inflacionado, sendo que os 100 milhões de euros excedentários consistiam naquilo que em engenharia carinhosamente é chamado de margem de cagago: pelo sim, pelo não, vamos inflacionar isto, não vá o dinheiro, com as continhas que fizemos, ficar curto...

Ou então o "preço" foi inflacionado para poder regatear com a oposição, e nesse caso a Câmara pretendeu sempre um empréstimo de 400 milhões e apresentou um valor de 500 milhões para poder "fazer um desconto ao cliente".

Seja como for, a Câmara da capital mais parece estar a ser gerida como se uma mercearia se tratasse... sem ofensa para as mercearias.

Sim, sim...

“O Irão foi, é e será perigoso se conseguir reunir o conhecimento suficiente para produzir uma arma nuclear”

Pois, e se George W. Bush conseguir reunir conhecimento há-de ser algum dia inteligente...

Mais uma mentira?

As justificações deste homem caem, uma a uma, por terra, deixando transparecer que são apenas interesses obscuros que movem este homem, numa acção que mais não tem feito do que desestabilizar a cena internacional.

Irão terá suspendido programa de armamento nuclear em 2003

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

8,5% 8.2% and counting

Aí está! Ultrapssando os 8% do mês anterior, Portugal orgulha-se agora de conquistar a marca de 8,5% 8,2% de taxa de desemprego, colocando o país em primeiro lugar na zona euro, e em terceiro lugar dentro da Europa comunitária.

Aguardo pelas explicações do nosso primeiro...



Nota: Afinal o Eurostat enganou-se (erro humano, dizem eles), estando a taxa de desemprego em 8,2%. Fica por esclarecer se com isto perdemos o primeiro lugar na zona euro...

NO! ou A Primeira Derrota de Chávez

Na democracia "segundo Soares", Hugo Chávez foi confrontado com a primeira "nega" popular em nove anos de governação: Venezuela não aceitou a proposta de reforma constitucional que permitiria a perpetuação de Chávez no governo, acrescido de poderes absolutistas que permitiram brandir o "seu" socialismos bolivariano contra todos aqueles que ele considera-se inimigos do estado, que é como quem diz, todos aqueles que se opusessem à sua figura presidencial.

Por enquanto o povo venezuelano fez calar a Chávez, só falta saber por quanto tempo...

Orgulhosamente (e estupidamente) só

Os Estados Unidos estão, a partir de agora isolados no mundo em termos de políticas ambiental. O recém-eleito Primeiro Ministro da Austrália, Kevin Rudd, confirmou a ratificação do Acordo de Quioto, demonstrando uma preocupação séria com o meio ambiente, e num acto que pode, na minha opinião, ser considerado de demarcação política face à administração norte-americana.

Entretanto o mundo aguarda que Washington apresente o seu tão aguardado plano de protecção ambiental... ou então que mude o inquilino da Casa Branca.

sábado, 1 de dezembro de 2007

O Soldado

Algures num campo frio, num mundo ignorado,
caminham juntos os jovens, magros e altos,
e, embora se riam uns para os outros, nada quebra o silêncio;
nenhum som se ouve, por muito claras que as suas vozes sejam.

Falam daquilo que em vão amarram nesta terra,
mas o ar, de tão rarefeito, não transporta as suas vozes.
Eram jovens e de ouro as suas vidas, mas foi a dor extrema que aqui os trouxe,
e a sua juventude é agora velhice, e o ouro é agora cinza.

Os seus corações, porém, não mudaram, e gritam uns para os outros,
«Que fizeram eles com as vidas que para trás deixámos?
Ficaram jovens com a nossa juventude, dourados com o nosso ouro, meu irmão?
Sorriem diante da morte, porque nós morremos?»

Algures num campo frio, num mundo que não vem nos mapas,
os jovens buscam-se uns aos outros com olhos que interrogam.
Perguntam uns aos outros, os jovens, os de coração de ouro,
onde está o mundo que lhes roubaram no seu tranquilo paraíso.

Humbert Wolfe